Colletotrichum dematium (PT) | Syngenta Nederland

You are here

FarMore Technology

Colletotrichum dematium

Introdução​

A disseminação da antracnose causa dano incidental à cultura, em todas as áreas de produção.​

Distribuição geográfica

A antracnose pode atacar culturas em qualquer lugar do mundo. Isolados do espinafre são reconhecidos como uma forma especializada desse patógeno.​

Sintomas e diagnóstico

Manchas nas folhas são pequenas lesões úmidas que podem se tornar cloróticas e, eventualmente, adquirir uma coloração bege. As plantas podem enfraquecer com a fusão das lesões, fazendo com que as folhas morram. A presença de pequenos corpos fúngicos pretos (acervuli) dentro das manchas circulares nas folhas é um recurso de diagnóstico útil, permitindo a fácil diferenciação dessa doença de outras ferrugens na folha, como Stemphylium ou Cladosporium.​

Condições para o desenvolvimento da doença

Na maioria dos casos, a fonte de contaminação é o resíduo infectado da cultura, emergência espontânea ou semente infectada. Os esporos se espalha pelos respingos de chuva e pela irrigação. Períodos chuvosos longos são favoráveis ao desenvolvimento. A doença pode colonizar o tecido necrótico ou danificado. O patógeno ataca uma grande diversidade de espécies vegetais, incluindo cebola e tomate. Portanto, é possível a dispersão entre plantas hospedeiras diferentes.​

Impacto e importância

A antracnose pode causar danos sozinha ou fazer parte de uma combinação de doenças de ferrugem foliar que causam perdas menores. O uso de sementes saudáveis deve auxiliar no controle dessa doença.

Apron® XL