Fusarium spp (PT) | Syngenta Nederland

You are here

FarMore Technology

Fusarium spp.

Podridão Fusarium, podridão do pé Fusarium​

Plantas hospedeiras

Uma variedade de plantas hospedeiras, incluindo pimenta (Capsicum annuum), tomate (Lycopersicon esculentum), cravo (Dianthus spp.), Asteracea spp., crisântemo (Chrysanthemum koreanum), conífera, cíclame (Cyclamen spp.), frésia (Freesia spp.), lavanda (Lavandula), robinia (Robinia spp.), prímula (Primula spp.), sedum (Sedum) e bulbos de flores.​

Sintomas

As plantas afetadas mostram sinais de murchidão e o caule normalmente apodrece por completo. Um oídio pode ser visível. A murchidão geralmente começa de um lado, fazendo com que os rebentos se curvem. As raízes podem ser afetadas em vários níveis, dependendo da espécie de Fusarium.​

Condições favoráveis

O Fusarium se desenvolve mais rapidamente em temperaturas de aproximadamente 27 °C e um pH inferior a 6,5. As raízes machucadas são os pontos de entrada dos esporos.​

Dispersão/sobrevivência

O fungo sobrevive na forma de segmentos de micélio e/ou esporos na parte externa das sementes e nas plantas doentes. A contaminação ocorre por meio de raízes danificadas ou infecção direta do pé da planta. Algumas espécies crescem em vasos de planta. A planta produz goma, bloqueando os vasos e fazendo com que a planta murche. O Fusarium se espalha via semente, vento, solo e detritos da planta (dependendo da espécie)

Uien

Fusarium culmorum

É uma doença extremamente importante, transmitida pelo solo, que afeta as cebolas. Há...

Spinazie

Fusarium oxysporum

O Fusarium oxysporum causa murchidão em uma grande variedade de culturas. Para cada...

Apron® XL