Phytophthora spp (PT) | Syngenta Nederland

You are here

FarMore Technology

Phytophthora spp.

O P. cactorum pode causar murchidão das plantas Brassicae jovens, enquanto o P. megasperma pode afetar as culturas em desenvolvimento em campos com drenagem ruim e o P. brassicae causa principalmente apodrecimento dos repolhos no armazenamento. Essas doenças são relatadas principalmente na Europa e na América do Norte e a Phytophtora drechsleri é relatada na África do Sul. Normalmente o solo é a fonte mais importante desses patógenos. Eles sobrevivem por meio da produção de oósporos que se desenvolvem em zoósporos ou infectam as raízes diretamente. A dispersão secundário ocorre pelo esporângio, que produz zoósporos. Condições chuvosas e a presença de outros esporos no solo contribuem para a propagação de todos esses patógenos. Boas medidas de higiene são essenciais para prevenir a infecção em estufas, bandejas, compostos e água. O dano é, ocasionalmente, significativo nas mudas e há expectativa de que ocorra em certos países. O controle eficaz dessas doenças, no que diz respeito à higiene, boa drenagem e boa preparação do solo, é vital. Há alguma evidência das diferenças de suscetibilidade das variedades, o que poderia ser usado de maneira mais ampla futuramente. O tratamento de sementes pode oferecer alguma proteção contra as espécies transmitidas pelo solo da Phytophtora na fase de muda.​

Tomaten

Phytophthora infestans

O Phytophthora infestans é a mais conhecida espécie de Phytophthora. Esse fungo é......

Apron® XL