Pythium spp (PT) | Syngenta Nederland

You are here

FarMore Technology

Pythium spp.

Podridão radicular, murchidão causada por Pythium

Plantas hospedeiras

Uma grande variedade de plantas hospedeiras, incluindo bulbos de flores, crisântemo (Chrusanthemum spp.), pepino (Cucumis sativus) e planta-zebra (Calathea spp.).​

Sintomas

O dano causado pelo Pythium torna-se visível primeiro nas raízes, que adotam uma cor marrom escura e mostram sinais de apodrecimento. A murchidão ocorre nas primeiras fases do processo de contaminação, após o qual a planta definha gradualmente, e às vezes apenas parcialmente. O sintoma mais claro é o apodrecimento completo das raízes, o que faz com que a casca da raiz seja facilmente descascada do cilindro da raiz. O limite entre tecido doente e saudável normalmente está claramente delineado. O crescimento da planta é retardado e a folha pode ficar amarela, devido à absorção insuficiente dos nutrientes através das raízes.​

Condições favoráveis

O Pythium é um parasita secundário que afeta especialmente as plantas jovens. Causas externas, como alagamento temporário, temperaturas elevadas do solo, fertilização inapropriada e propagação excessiva de umidade podem causar danos em larga escala.​

Dispersão/sobrevivência

No tecido doente, o Pythium produz endósporos (oósporos) que podem sobreviver por vários meses. Em condições de calor e umidade, transformam-se em “esporos nadadores” (zoósporos), que são então facilmente dispersados por respingos de água e do solo.

Komkommer ziekte

Pythium aphanidermatum

O Pythium aphanidermatum é um oomycetes e está relacionado às espécies de Phytophthora...

Apron® XL